English|Português|Deutsch

Névoa

Fernando Pessoa

Diário dos Açores,

17 de Julho de 1930, p.1.

Névoa

A névoa involve a montanha,
Húmido, um frio desceu.
O que é esta mágua estranha
Que o coração me prendeu?
Parece ser a tristeza
De alguém de quem sou actor,
Com fantasiada viveza
Tornada já minha dor.
Mas, não sei porquê, me dói
Qual se fora eu a ilusão;
E há névoa em tudo o que foi
E frio em meu coração.
Névoa Fernando Pessoa Edição, Transcrição Pedro Sepúlveda Modelagem de dados, Codificação Ulrike Henny-Krahmer Consultoria Institut für Dokumentologie und Editorik (IDE) Universidade Nova de Lisboa, Instituto de Estudos de Literatura e Tradição (IELT) Cologne Center for eHumanities (CCeH) 2017 Pessoa_Nevoa.xml Névoa Névoa Fernando Pessoa Diário dos Açores 17 de Julho de 1930 1 Poesia

Névoa

A névoa involve a montanha,
Húmido, um frio desceu.
O que é esta mágua estranha
Que o coração me prendeu?
Parece ser a tristeza
De alguém de quem sou actor,
Com fantasiada viveza
Tornada já minha dor.
Mas, não sei porquê, me dói
Qual se fora eu a ilusão;
E há névoa em tudo o que foi
E frio em meu coração.