English|Português|Deutsch

BNP 48-27r

c. Março de 1914

Alberto Caeiro:

1. Eu nunca guardei rebanhos...
2. O meu olhar é nitido como um girassol...
3. Ao entardecer, debruçado pela janella...
4. Esta tarde a trovoada cahiu...
5. Ha metaphysica bastante em não pensar em nada...
6. Pensar em Deus é desobedecer a Deus...
7 a 33 (several).
34. Se ás vezes digo que as flores sorriem...
35. Se quizerem que eu tenha um mysticismo, tenho-o...
36. Li hoje duas paginas...
37. Nʹum dia excessivamente nitido...
38. As 4 canções que seguem...
39. On his poetry.
40. Ás vezes, em dias de luz perfeita e exacta...
41. Só a natureza é divina, e ela não é divina...
42. As bolas de sabão que esta creança...
43. O que nós vemos das cousas são as cousas...
44.
45.

(perhaps there are more than these).

(Try to reach 50, or, at the very least, 45)

or 49 (44, 45, 46, 47, 48,49)


Alb[erto] C[aeiro]

1. O Guardador de Rebanhos. 1911-1912
2. Cinco Odes Futuristas. (1913)-1914
3. Chuva Obliqua (Poemas Inters[eccionistas]). 1914.

Lista manuscrita, publicada em Alberto Caeiro. Poesia (2001, 203-204). Nesta lista a referência a ʺO Guardador de Rebanhosʺ coincide só parcialmente com materiais publicados anos mais tarde em ʺDe O Guardador de Rebanhosʺ. Por outro lado, não é possível estabelecer se haveria alguma diferença entre este ʺChuva Obliquaʺ de Alberto Caeiro e o poema publicado por Pessoa, porque qualquer material preparatório desse poema é desconhecido. Contudo, a referência mais indireta aqui é às ʺCinco Odes Futuristasʺ, que potencialmente estarão na génese da ʺOde Triunfalʺ e da ʺOde Marítimaʺ, publicadas em Orpheu I e II.

  • Namen

    • Alberto Caeiro

    Titel

    • Ao entardecer, debruçado pela janella...
    • As 4 canções que seguem...
    • As bolas de sabão que esta creança...
    • Chuva Obliqua
    • Cinco Odes Futuristas
    • Esta tarde a trovoada cahiu...
    • Estas 4 canções escrevi-as estando doente
    • Eu nunca guardei rebanhos...
    • Ha metaphysica bastante em não pensar em nada...
    • Li hoje duas paginas...
    • Nʹum dia excessivamente nitido...
    • O Guardador de Rebanhos
    • O meu olhar é nitido como um girassol...
    • O que nós vemos das cousas são as cousas...
    • Pensar em Deus é desobedecer a Deus...
    • Poemas Interseccionistas
    • Se quizerem que eu tenha um mysticismo, tenho-o...
    • Se ás vezes digo que as flores sorriem...
    • Só a natureza é divina, e ela não é divina...
    • Ás vezes, em dias de luz perfeita e exacta...